domingo, 27 de junho de 2010

Tarso rebate imagem de isolamento que vinha sendo atribuída a sua candidatura


"Tarso Governador do Rio Grande."
Com esta palavra de ordem, mais de mil petistas entre delegados e convidados, homologaram o nome de Tarso Genro como candidato do partido ao governo do Estado, na manhã deste último sábado (26) no centro de Eventos do Plaza São Rafael em Porto Alegre. Os 600 delegados do PT/RS também aprovaram o nome dos 75 candidatos a deputados estadual e 18 a federal. A candidata do PT a presidência da República, Dilma Roussef enviou sua manifestação de apoio e entusiasmo com as candidaturas da Unidade Popular pelo Rio Grande lida pelo ex-governador Olívio Dutra.

Unidade e desenvolvimento
O ato político, que contou com a presença dos seis partidos (PT, PSB, PCdoB, PR, PPL e PRTB) que formam a coligação UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE, encerrou com a manifestação do candidato a governador Tarso Genro que rebateu a imagem de isolamento que vinha sendo atribuída a sua candidatura. “Essa unidade demonstrada aqui hoje, ressaltou ele, quebra uma série de tabus. Entre eles, o que nós estávamos isolados”, abriu seu discurso.

Ao falar do governo federal, o ex-ministro destacou, “quando Lula chegou à presidência nós tínhamos um país na falência, graças a um governo neoliberal e privatista. Mas com responsabilidade e reforço no investimento público o Brasil cresceu”, referindo-se aos números de crescimento que marcam o governo Lula. “E será este caminho que vamos traçar para o Rio Grande, tirando o Estado do isolamento, da falta de investimento público em áreas fundamentais para seu desenvolvimento”, sublinhou.

Sobre a participação popular, Tarso Genro destacou que ela está presente já na construção do programa de governo, trabalhado através de várias ferramentas. “Neste programa que nos unifica, teremos uma grande participação popular. Vamos retomar o Orçamento Participativo, reforçar a Consulta Popular, os Coredes, os Comudes, e ter no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social nossa instância de consensos para governo o Rio Grande”, aprofundou o candidato ao governo do Estado. “O nosso lado é o lado dos trabalhadores e trabalhadoras, das mulheres, dos negros, dos pobres e de todos aqueles que querem desenvolvimento com distribuição de renda

Para os movimentos sociais deixou claro que não serão tratados como caso de polícia, “saibam os professores e demais servidores que entre o governador e os trabalhadores não estará a Brigada Militar para reprimir, e se comprometeu em retirar a UERGS da UTI e transforma-lá em referência no ensino superior e técnico. O piso dos professores também será implementado”.

Para desenvolver o Rio Grande, Tarso Genro garante que “aqui terá lugar para quem trabalha, para quem quer investir e produzir. Também estaremos abertos aos investimentos de fora do estado, fazendo nossa base produtiva crescer”.

O candidato a vice Beto Grill destacou a trajetória de Tarso Genro como Ministro, “Tarso, você na Educação revolucionou o ensino superior através do PROUNI. No Ministério da Justiça foi responsável pelo maior programa voltado para a segurança pública, o Pronasci. Mas você também foi responsável por montar uma coalizão propositiva e com base no diálogo e na consertação política consolidou as políticas do presidente Lula, por isso, a marca da campanha acompanha tua trajetória, Rio Grande do SUL, do BRASIL e do MUNDO, fez a analogia.

Candidato a reeleição, o senador Paulo Paim(PT) lembrou de momentos de luta junto com os construtores do PT, disse que “o companheiro Lula estará a o nosso lado na campanha como um militante, levando junto milhares de pessoas pelo Rio Grande e pelo Brasil”, apoio que reforça as bandeiras de luta do PT e seus aliados.
Candidata ao senado Abigail Pereira (PCdoB) afirmou “a nossa proposta, a nossa aliança vai colocar o Rio Grande de frente para o Brasil e para o desenvolvimento do Estado”.

O ex-governador Olívio Dutra foi responsável por ler a carta que Dilma Rousseff enviou para a convenção. Trecho da carta destacou, "O povo tem dito que quer a continuação do projeto iniciado pelo presidente Lula. O povo já compreende que eu represento a continuidade deste processo de mudança. Aqui no Rio Grande do Sul, o povo já percebe que Tarso Genro representa Lula. E que nós todos - o Partido dos Trabalhadores, Tarso Genro e eu - vamos continuar mudando o Brasil e vamos mudar o Rio Grande do Sul. Eu conto com vocês para fazer avançar a obra do presidente Lula. E vocês e o Rio Grande podem contar comigo. Sempre".

O deputado federal Beto Albuquerque (PSB) falou da chapa Tarso Genro/Beto Grill, "Tarso, terás um vice leal. Terás um PSB leal. Se não era a minha vez de ser candidato, é porque é a tua vez de ser o governador. Você é um homem de trajetória e de realizações no Rio Grande do Sul, no Brasil e no Mundo.

O presidente do PR, João de Deus Antunes registrou, “entendemos que é possível realizar uma grande transformação no Rio Grande para dar mais dignidade e respeito ao povo gaúcho”.

A deputada federal Manuela D´Ávila (PCdoB) recordou a trajetória de lutas que sempre unificou o campo popular e de esquerda, “a nossa aliança não é para construir sonhos. Juntos, nós já realizamos muita coisa para melhorar a vida das pessoas e vamos continuar construindo estas mudanças.

O presidente do PT Raul Pont, também destacou a união dos partidos do campo popular e de esquerda, “nós estamos unificados não por uma questão eleitoral. Esta é uma aliança ampla e que tem compromissos. Entres estes compromissos está a luta para recompor o piso regional criado pelo governador Olívio”.

O presidente do PSB, Caleb de Oliveira afirmou, “nós estamos firmando um compromisso para juntos construir um Rio Grande mais justo.”

O presidente do PCdoB Adalbarto Frasson já projetou “essa é uma aliança forte, consolidada que nos une e vai nos levar a vitória aqui e no Brasil com Dilma.

A presidente do PPL Mari Perusso destacou, hoje é um dia especial porque esta é uma coligação que une partidos comprometidos com a sociedade.

O presidente do PRTB Ricardo Senna garantiu, “estamos orgulhos de fazer parte desta coligação”.

Fonte: PT-RS

Um comentário:

JÚLIO CÉSAR SCHMITT GARCIA disse...

Rio Grande do Sul - do Brasil - e do Mundo! Vamos resgatar o Piratini e colocar o Estado nos trilhos do desenvolvimento e da inclusão social, andando no mesmo ritmo do Brasil.
Parabéns pela postagem e pelo trabalho na coordenação da reeleição do senador Paim, caro Adeli.
Forte abraço!