quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Presidenta Dilma afirma: não há possibilidade de Porto Alegre perder a Copa

O Palácio do Planalto não quer saber de plano B no caso da reforma do Beira-Rio para a Copa. A determinação da presidente Dilma Rousseff é de que a empreiteira Andrade Gutierrez e o Banrisul cheguem a um acordo a respeito das garantias exigidas pelo banco para fechar o negócio.

A presidente Dilma simplesmente não admite que a Andrade Gutierrez se retire do negócio e já mandou aviso a representantes da empresa, segundo interlocutores da presidente no Planalto. Ela está acompanhando, passo a passo, tudo o que acontece no Rio Grande do Sul e colocou o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, para monitorar as negociações.

A presidente aproveita para mandar um recado aos gaúchos: não há possibilidade de Porto Alegre perder a Copa. E mais: os jogos serão no Beira Rio e Dilma está diretamente envolvida na busca de uma solução para o impasse.

O Palácio do Planalto não trabalha com a possibilidade de os jogos acontecerem na Arena. O governo trabalha com esse cenário: Copa em Porto Alegre, jogos no Beira-Rio e acordo entre a Andrade Gutierrez e o Banrisul.

Um interlocutor da presidente afirma que ela "entrou com os dois pés nessa história e só vai sair quando houver um acordo".

Fonte: Blog Carolina Bahia

Um comentário:

Ronaldo Cardozo Lages disse...

Pois é meu caro Adeli, desta vez o coração colorado da Presidenta está falando mais alto que os interesses do povo gaúcho. Esse tipo de interferência nas coisas privadas levará o BANRISUL a ceder à pressão e facilitar a negociata da AG, onde o Inter leva vantagem ao olhar de camarote (mesmo ainda em frangalhos). Excluir o Plano B é uma afronta à metade gremista do RS e que, em negócio privado sem verba pública, está fazendo a ARENA. Sou gremista, mas esta opinião não parte dessa premissa pois diria o mesmo se o Grêmio fosse tão incompetente quanto a atual diretoria colorada. Lamento Presidenta, mas dessa vez sua atitude não é de estadista.