sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Cancer - REFRIGERANTES NA MIRA

Cancer - REFRIGERANTES NA MIRA


Cancer : Refrigerantes na miraZero Hora - 26 de novembro de 2009

CONTRA O CÂNCER
MPF solicitará novos testes em marcas que teriam índice alto de benzeno

O Ministério Público Federal (MPF) está de olho no níveis de benzeno presente em algumas marcas de refrigerante.

Ontem, o órgão anunciou que vai determinar a realização de novos testes que confirmem ou não as conclusões de um trabalho realizado pela Pro Teste-Associação Brasileira de Defesa do Consumidor.

O benzeno é resultado da reação dos ácidos benzoico e ascórbico (vitamina C) e está relacionado ao desenvolvimento de câncer. A substância foi encontrada em sete dos 24 produtos testados. Dois deles Sukita Zero e Fanta Laranja Light apresentaram concentrações acima dos limites aceitáveis para serem considerados próprias para consumo. A solicitação será assinada pelo procurador da República em Minas Gerais Fernando de Almeida Martins Atuaremos para que refrigerantes com níveis altos de benzeno não estejam mais no mercado. Não aguardaremos a Anvisa ou o Ministério da Agricultura, que poderão ter iniciativas paralelas explica Martins.



Além da Sukita Zero e da Fanta Laranja Light, apresentaram benzeno as bebidas Fanta Laranja, Sprite Zero, Sukita, Dolly Guaraná e Dolly Guaraná Diet.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que libera o uso de ácido benzoico em até 0,05 g por 100 ml , o ministério e as empresas Coca-Cola, Ambev e Dolly foram notificados para prestar esclarecimentos.

Todos também deverão prestar informações sobre a presença de corantes artificiais como o amarelo-tartrazina, relacionado a alergias, e o amarelo-crepúsculo, ligado a hiperatividade em crianças. Ambos são permitidos no Brasil em pequenas quantidades, mas já foram proibidos em outros países.



Os efeitos



- Estudos mostram que o benzeno é um agente químico perigoso, que pode fazer com que aumentem os riscos de leucemia, doença caracterizada pela desmedida proliferação de glóbulos brancos do sangue, e de outras doenças sanguíneas.



Contrapontos



O que diz a Coca-Cola

A Coca-Cola afirmou que age dentro da legalidade e que uma quantidade mínima da substância é proveniente de alimentos. A presença eventual de benzeno em bebidas e alimentos pode ocorrer em níveis muito baixos, diz a empresa, e não representa uma fonte significativa que possa afetar a saúde. Já os corantes estariam devidamente informados na rotulagem dos produtos.



O que diz a Ambev

A Ambev, que produz a Sukita, afirma que não teve acesso à pesquisa e portanto não pode comentá-la. A companhia diz que trabalha sob os mais rígidos padrões de qualidade e em total atendimento à legislação brasileira.



O que diz a Dolly

Procurada pela reportagem da Agência Folha, a Dolly não se manifestou.
















Um comentário: